quarta-feira, 2 de abril de 2008

conversas de mãe #1 - euromilhões

Como um blog também deve servir para escrever (por vezes) tretas, vou transcrever um pouco da conversa de hoje com a minha mãezinha:

Mãe - ai se ao menos me saísse o Euromilhões. Saía daqui, deixava de trabalhar e passeava.
Eu - Ah, eu só queria um duplex num sítio fixe, não me importava de ter umas férias porreiras mas queria trabalhar normalmente depois..
Mãe - o quê? querias andar de um lado para o outro feita maluca a tirar fotografias?
Eu - Claro que sim! Mas isso nem se pergunta.

(...)

Mãe - ah, mas comprava assim uma casa ao pé da tua depois.
Eu - ao pé da minha? oh para quê? não, não quero. podias ir para um sítio sossegado, olha comprar um monte no Alentejo como o pai tanto gostava, e eu cá fico.
Mãe - oh... podia não estar cá sempre mas vinha cá passar uns tempos. e depois com os netos.. ficava perto deles.
Eu - netos? oh mãe mas eu nem sei se vais ter netos!
Mãe - o quê?? não digas babuseiras. a gente não diz essas coisas. agora não ia ter netos. vou sim.
Eu - ah não sei não.

Do que a minha mãe se vai lembrar! E, quando dizem: "o dinheiro não traz felicidade", até é bem capaz de ser verdade, a nós ia trazer algumas dores de cabeça.

Mas ela vai continuar a jogar no Euromilhões! ah, e o meu pai também joga.

3 comentários:

S.Y.Rodrigues - disse...

hahaha, sara! genial! puramente genial!:)

omlounge disse...

*laugh* ah, abençoadas mães. :)

também eu não conseguiria ficar parada, acho que dava em louca. :)

~*

catia disse...

Mães .... aqui temos a diferença de uma geração nova e sonhadora e de outra que trabalhou e que só necessita de um pouco de repouso e de continuidade geracional....grande responsabilidade ser filha única...pode ser que para a tua mãe ter netos seja mais importante do que ganhar o euromilhões ...aposto que isso nunca te tinha ocorrido....