terça-feira, 27 de janeiro de 2009

no caminho

sara matos

e há dias em que se fotografa fachadas e nos ameaçam de chamar a polícia. dias em que me apetece gritar e dizer para irem bugiar que a mim também me apetecia fotografar outra coisa. mas depois sinto-me uma turista e no caminho fotografo o que me apetece - na rua, no metro - passeio de máquina na mão e olho para o que me rodeia com outros olhos. baixo a velocidade e experimento fotografar sem olhar para o visor, enquanto continuo a andar.

4 comentários:

Only Words disse...

A vida é assim, cheia de contrariedades, mas também de coisas boas. Muito boas. A vida é uma passagem fugaz pelo caminho da eternidade. Cada momento registado é único e eterno ;)
**

gonçalo dos santos disse...

mt catita!

cipereira disse...

Gosto desta foto!

J. Raimundo disse...

resultou bem ;)

bj*