segunda-feira, 30 de junho de 2008

tocar na Gulbenkian

© sara matos

Não gosto muito disto dos mais e menos mas talvez este tenha sido um dos trabalhos que mais gostei de fazer para o jornal. Orquestra de miúdos na Gulbenkian. Ver o empenho deles quando tocam. Ver o seu ar reguila. Apanhar expressões genuínas, de miúdos mesmo.
Fiquei encantada. Confesso que, quanto ao mais importante, - e o meu ouvido não é dos melhores - não sei se afinaram ou desafinaram, estava focada na visão e pouco sobrava para o sentido auditivo. Mas, só de os ver vale a pena.

Ler mais aqui.

5 comentários:

Analog Girl disse...

Gosto tanto do ar concentrado que as crianças fazem. Sabem que é algo sério e estão mais compenetradas no que fazem do que qualquer adulto.

:)

S.Y.Rodrigues - disse...

É interessante como apesar de tudo, te vais mostrando consciente dos sentidos que usas! É como se tivesses a retratar uma nova perspectiva, não a do expectador que escuta e saboreia o som atentamente, mas a noção de um mundo que se silencia perante o olhar!

omlounge disse...

Também apanhei reportagens na TV e gostei de ver, aquele ar liberto e de empenho da miudagem. :D

Porque no fundo e sem ponderação de consequências, é aquele momento que vale para eles. O que lhes sai, é natural :)

Sara M. disse...

analog girl,
sim.. e qdo acabam de tocar e ficam c aquele ar do "consegui". =)
q giros pah

s.y.rodrigues,
de qq forma, nao posso transmitir o som atraves da foto, entao no momento foco-me mm na visao ;)

omlounge,
oh, eu nao vi na tv! :(

sílviafonso disse...

isto é o que eu chamo de uma boa fotografia :)