sexta-feira, 25 de abril de 2008

feriado

Primeiro feriado a trabalhar.

O meu grito de liberdade de hoje: deixar a redacção por quinze minutos e comprar um gelado num carrinho no marquês. Comer um daqueles cones com duas bolas de gelado colorido que só se vê na rua e nas feiras.

Enquanto acabo o meu gelado à porta do trabalhito, um senhor passa por mim: "para os jornalistas não há 25 de Abril, têm de trabalhar todos os dias". Pois, não sendo jornalista, naquele caso era como se fosse, e não pude deixar de concordar com ele.

2 comentários:

Nuno Sousa disse...

Quando se trabalha por gosto, ignoramos os feriados e os fins-de-semana. O gosto pelo trabalho é sempre maior que o pré-conceito de "trabalhar num feriado".
Continuação de bom trabalho!

sílvia disse...

Enquanto não trabalhares no dia de Natal não é nada mau... (E diz lá que não gostaste de ser cofundida com uma jornalista? ;) lol)